Garoto de 12 anos é esfaqueado e morto após cobrar R$1,00 que faltava na compra de um pastel.




Kaike Júnior Moreira da Silva trabalhava vendendo pastéis e salgados de porta em porta, no município de Rubim, parte do Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. Começou o serviço para poder ajudar na renda da família, cuja situação financeira sempre foi desfavorável.




O garoto também era ativo em projetos de sua região: participava de aulas de músicas oferecidas pelo serviço social do município, tocando pandeiro, e fazia outras atividades culturais e sociais em Rubim, segundo Samara de Carvalho Souto, assistente social da cidade.

Samara, além disso, informou que a família de Kaike, composta por sua mãe e duas filhas bem novas — o pai já havia morrido — “recebe cestas básicas da prefeitura e é feito um acompanhamento constante para ajudá-los. A mãe está muito abalada”.
Nesta quarta-feira (06), a PM reportou que Kaike exercia seu ofício normalmente até acabar vendendo pastéis para os filhos de uma moradora da região.

Ao conferir o pagamento, todavia, percebeu que faltava R$1,00 e pediu que o valor fosse pago pelos clientes.
Outras fontes informam que, na verdade, o trabalho do menino seria num restaurante local, e que os eventos teriam ocorrido após ele se deslocar do estabelecimento para a casa da mãe das crianças para receber a quantia certa.


Seja qual for o caso, o pedido gerou uma discussão entre Kaike e as crianças. Ao perceber que não conseguiria o dinheiro, o jovem vendedor decidiu que seria melhor ir embora, e ao dar as costas, entretanto, a mãe de um dos clientes, de 39 anos, pegou uma faca e correu em sua direção, apunhalando o menino pelas costas.

O ferimento, inicialmente, não foi mortal, e Kaike saiu pelas ruas pedindo auxílio, até que sucumbiu e caiu na calçada.
Policiais chegaram no local para acudir o garoto, e o levaram, juntamente de um civil, ao Hospital São Vicente de Paulo, em Rubim, ainda vivo. Ele recebeu os primeiros-socorros e foi programada sua transferência para o Hospital Deraldo Guimarães, em Almenara, também na região.

No entanto, Kaike não resistiu aos ferimentos, e morreu antes que pudesse ser transferido. Seu corpo foi levado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Almenara, e seu velório, marcado para hoje (07), será custeado pela prefeitura do município.
A autora da facada, após o crime, trancou-se em casa e se desfez de cinco facas. Uma delas, muito provavelmente a arma do crime, foi encontrada ensanguentada.

A Polícia Civil teve de passar horas negociando com a suspeita, que se recusava a deixar a casa.
A mulher parecia estar transtornada e demonstrava sinais de agressividade, tentando até agredir um dos oficiais, demandando que eles a algemassem e a detivessem mediante técnicas de contato. Sob a custódia da polícia, ela foi presa em flagrante.


Depois da prisão, levada para a Delegacia de Polícia Civil de Almenara, ela declarou que Kaike teria agredido um de seus filhos ao cobrar a quantia que faltava da compra.
Toda a população de Rubim ficou em luto e chocada pela morte do menino. “A cidade toda está abalada, todo mundo está falando sobre isso. Foi um crime muito chocante”, disse um comerciante local”.
“Que notícia triste! Ele estava trabalhando para ajudar a família e acontece uma tragédia dessa!” foi outra postagem feita por um conhecido da vítima.


Condolências foram postadas por outro usuário, que também propôs uma reflexão: “Desculpa, Kaique, pela miopia da sociedade que não enxergou que você, com apenas 12 anos de idade, deveria estar protegido em seu lar…Que sua partida prematura não seja em vão e que essa tragédia possa trazer uma reflexão pertinente para que outra família não passe por tamanha dor. Descanse em paz”.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s