Maria Eduarda Zambom – O crime que comoveu uma cidade inteira

Maria Eduarda Zambom, uma jovem de 15 anos que morava com a mãe Eliane da Silva e o padrasto Jair Rapachi em Catuípe, Rio Grande do Sul, saiu de casa na manhã do dia 29 de junho de 2019 para ir à escola e nunca mais retornou.
A garota era descrita por familiares e amigos como uma moça alegre, carinhosa, engraçada e muito bonita.


Foto retirada do perfil de Maria Eduarda no Facebook

Por volta das 7h da manhã do dia do desaparecimento, Eliane e Jair contam que Maria acordou cedo e se arrumou para ir à escola, como fazia diariamente. Ambos escutaram o som do veículo que a levaria à aula, não havia nada de diferente na rotina de ninguém.

Como o horário de saída escolar já havia passado e a jovem ainda não havia chegado em casa, seus pais começaram a se preocupar, uma vez que ela costumava sair da escola e ir direto para casa. Ela sempre avisava caso alguma coisa fosse mudar em sua rotina.  
Depois de muitas horas desde a última vez que Eliane tinha visto a filha, familiares e amigos começaram a procurá-la ao redor da pequena cidade, e ninguém a encontrou. A busca policial teve início apenas na manhã do dia seguinte.

Muito tempo depois, uma pista foi encontrada. Um carro vermelho, abandonado num canto isolado de Catuípe. Ao olhar dentro do carro era possível ver uma mochila escolar, pertencente a jovem Maria. A partir daí, os policiais começaram a procurar em lugares próximos ao carro.

Foram descobertos pertences como sapatos e acessórios da garota nas imediações e a impressão era de que ela estava em fuga ou correndo de alguém.
Seguindo essa trilha de objetos da menina pela mata, não demorou para que as equipes de busca descobrissem um corpo parcialmente despido, este que, mais tarde, constatou-se ser de Maria Eduarda.

De acordo com seus pais, a última pessoa a ver Maria com vida seria o motorista do transporte escolar, então a polícia o teve como suspeito. Durante o interrogatório, o homem disse ter ido buscar a jovem, porém, como ela não apareceu, ele foi embora.
Seu testemunho não ajudou muito, mas um novo nome foi citado; o do seu irmão, Paulo Zimmermann, que trabalhava junto com ele no transporte escolar.

Após uma busca pelo homem, o encontraram em um hospital na cidade vizinha de Catuípe, com graves lesões na garganta. Segundo Lidiane Belinazo, moradora da região, o homem aparecera em sua propriedade implorando por ajuda médica.
Como suas cordas vocais foram prejudicadas e ele não podia se comunicar, ele foi preso preventivamente no dia 30 de março. Após 10 dias, Zimmermann pôde apresentar sua história.

Paulo Zimmermann

Em sua primeira versão, ele contou que pegou a jovem em sua casa para levá-la à escola e no caminho foi abordado por um bandido que os ameaçou com uma arma. Maria foi morta e Zimmermann tentou fugir, quando o suposto criminoso cortou sua garganta.

Algum tempo depois, Paulo mudou seu testemunho. Disse que a jovem o obrigou a parar o veículo para que ela pudesse usar drogas, e que se ele não a obedecesse diria a todos que o mesmo havia abusado sexualmente dela.

Segundo ele, Maria começou a passar mal após fazer uso das drogas; foi quando ele apertou seu pescoço para reanimá-la, pois ela havia desmaiado.

De acordo com o laudo do corpo da vitima, foram confirmados sinais de briga e de abuso sexual. Zimmermann havia tentado abusar da jovem e, como ela se debatia muito, ele a enforcou. Após cometer o crime, o homem tentou suicidio, mas desistiu e procurou ajuda.

No carro vermelho, foi encontrado um envelope com cerca de 300 reais, acredita-se que Zimmermann teria tentado pagar para ter relações sexuais com a moça.

Paulo Alberto Zimmermann, de 53 anos, foi acusado por homícidio qualificado, ocultação de cadáver e estupro. Atualmente encontra-se preso em Ijuí aguardando seu julgamento.

Na cidade de Catuípe ainda ocorrem protestos em favor da justiça pelo assassinato da jovem Maria Eduarda Zambom, com integrantes da família, amigos e toda comunidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s