Família Bender; os primeiros serial killers dos Estados Unidos

Numa pousada em Kansas, nos Estados Unidos, vivia normalmente uma família composta por pai, mãe e dois filhos. Eles demonstravam levar uma rotina calma, entretanto, era apenas uma máscara para as crueldades cometidas dentro do estabelecimento.

John e Marli Bender, com os filhos Kate e John Jr., eram assassinos e usavam sua pousada como local para os crimes. Segundo uma matéria do site Mental Floss, a família foi considerada os primeiros assassinos em série dos EUA, eles atuaram entre os anos de 1872 e 1873.

Os assassinatos aconteceram no mesmo cenário: uma sala enorme com apenas uma cortina dividindo o cômodo. A estratégia também era sempre a mesma: quando um hóspede com aparência rica aparecia, Kate seduzia-o e o marido junto ao filho mais velho acertavam a cabeça da vítima com um martelo.

Depois da martelada, a vítima tinha sua garganta cortada e era arremessada ao porão por meio de um alçapão que se encontrava do outro lado da cortina. A vítima era despida e enterrada nos territórios pertencentes a família. Em sua maioria, os corpos eram enterrados no pomar da propriedade.

Os assassinatos duraram quase um ano e só pararam quando William York, a última vítima, foi à pousada e nunca mais voltou para casa. Entretanto, York havia comentado com Ed, seu irmão, onde ficaria hospedado.

Ed foi até o estabelecimento procurando por seu irmão, John fingiu que não sabia e disse que William poderia ter tido alguma briga com pessoas da região.

Não houvera muitas suspeitas até a hora do jantar, quando Ed encontrou debaixo da cama um objeto de ouro que tinha fotos da mulher e filha de William.

O homem foi embora e voltou apenas no dia seguinte com o xerife, porém, a família já havia fugido. Uma busca fora feita pelo terreno e rapidamente foram encontrados 3 martelos que eram usados nos crimes e 12 corpos enterrados, dentre eles o corpo de William York.

Como na época Ed era coronel do exército, ele fez buscas intensas na tentativa de achar os Bender, porém, nunca foram encontrados.

Existem diversas teorias sobre como foi a morte da família, que variam de esquartejamento em público até grupo de justiceiros. Ninguém sabe como tudo aconteceu de verdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s