10 tragédias que marcaram o Brasil.

1- O holocausto Brasileiro.

O Hospital Colônia de Barbacena foi um hospital psiquiátrico fundado em 12 de outubro de 1903, em Minas Gerais. O hospital fazia parte de um grupo com sete instituições psiquiátricas e, por esse motivo, Barbacena recebeu o apelido de “cidade de loucos”. Muitos eram internados no Hospital Colônia pela própria família, por serem mulheres indesejadas pelos maridos ou familiares que possuíam algum distúrbio, deficiência ou transtorno, como Autismo, Dislexia ou Síndrome de Down.

A Colônia de Barbacena já não era um hospital psiquiátrico, mas sim um depósito de pessoas socialmente indesejadas. A tortura marcou presença nos dias de todos os internos da Instituição. Era utilizada a ducha escocesa (banho dado através de máquinas de alta pressão), além de tratamentos de choque e vários outros métodos aplicados naqueles que não possuíssem um bom comportamento. O crime de estupro também foi relatado por diversas vítimas. O local poderia abrigar no máximo 200 pessoas, entretanto, chegou a receber 5 mil. As mortes eram muitas e o cemitério local não suportava tantos corpos, então a solução foi traficar os cadáveres para Universidades de medicina.

Se não houvesse procura por parte das faculdades, os corpos eram dissolvidos em ácido. Torturas, superlotação, abandono, crueldade e condições subumanas garantiram o título de “Auschwitz brasileira”. Cerca de 60 mil vidas foram ceifadas na Colônia de Barbacena, isto até o fim dos anos 80.

2- Incêndio no edifício Joelma.

No dia 1 de fevereiro de 1974, aconteceu um incêndio no edifício Joelma, localizado na central de São Paulo. 187 pessoas morreram e cerca de outras 300 ficaram feridas, devido ao incêndio que começou por volta das 8h45 de uma sexta-feira chuvosa, causado por um curto-circuito em um aparelho de ar-condicionado no 12° andar.

3- O acidente césio 137.

O acidente césio-137 começou em 13 de setembro de 1987, quando dois catadores de material reciclável encontraram um aparelho em um prédio abandonado, que havia sido uma clínica de radiologia anteriormente. Eles pararam em um ferro-velho, onde a cápsula foi aberta, e o césio-137 (pó azul brilhante) acabou exposto, afetando centenas de pessoas. Um dos sobreviventes, o catador de material reciclável Donizeth Rodrigues de Oliveira, relatou que, além de acabar sofrendo seis infartos, tem uma hérnia na barriga e infecções nos dentes – que não consegue tratar.

4- A morte dos integrantes da banda Mamonas Assassinas.

No dia 2 de março de 1996, aconteceu um dos acidentes mais trágicos que abalaram o Brasil. A banda Mamonas Assassinas, composta por 5 integrantes: Dinho, Bento, Samuel, Júlio e Sérgio, sofreu um acidente de avião, junto com dois tripulantes, e infelizmente todos acabaram morrendo. A causa teria sido uma manobra errada feita pelo piloto, Jorge Germano Martins. Vários fatores contribuíram para o acidente, como por exemplo, a inexperiência do copiloto, Alberto Takeda, que tinha horas insuficientes para aquele tipo e modelo de aeronave. Além disso, o piloto estava com fadiga, pois havia sido submetido a uma jornada de trabalho exaustiva, causando cansaço, o pode ter sido o motivo para o piloto ter executado a manobra incorreta que causou o acidente – A torre de controle orientou que ele fizesse uma curva à direita ao arremeter, mas ele virou à esquerda.

Por essa razão, 50 segundos depois, o jato bateu no solo e o avião do grupo se chocou contra a Serra da Cantareira, em São Paulo. Os cantores fizeram parte da infância e adolescência de muitas pessoas, o velório foi acompanhado por mais de 65 mil fãs e muitas escolas suspenderam suas aulas, para ficarem de luto.

5- O incêndio na Boate Kiss.

No dia 27 de janeiro de 2013, houve um incêndio na Boate Kiss (localizada em Santa Maria – Rio Grande do sul). Por volta de 2h30m, durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira, um dos integrantes do grupo utilizou um sinalizador luminoso, cujas fagulhas atingiram a espuma de isolamento acústico da casa noturna, provocando o incêndio. 245 pessoas morreram asfixiadas, queimadas e pisoteadas, outras 680 ficaram feridas.

6- Em uma madrugada de 2015, o cantor sertanejo Cristiano Araújo, juntamente de sua namorada Allana Coelho Pinto de Moraes, sofreu um acidente de carro na BR 153 de Goiás. O casal acabou falecendo, e o cantor ainda teve um vídeo de sua necropsia espalhado na internet, pelos funcionários.

7- O acidente dos jogadores Chapecoense.

No dia 28 de novembro de 2016, a empresa de aviões LaMia levava jogadores e funcionários do time de futebol Chapecoense, mas infelizmente, o avião caiu na Colômbia, causando 71 mortes fatais e deixando apenas 6 sobreviventes.

8- Barragem de Brumadinho.

No dia 25 de janeiro 2019, uma barragem em Brumadinho acabou rompendo, causando a morte de 259 pessoas e deixando inúmeras outras desaparecidas.

9- Incêndio no alojamento no Ninho Urubu.

No dia 8 de fevereiro de 2019, houve um incêndio no alojamento no Ninho do Urubu, um time brasileiro do flamengo. 10 pessoas morreram e 3 ficaram feridas, após as chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio. A causa foi um curto-circuito em um ar-condicionado.

10- O massacre de Suzano.

No dia 13 de março de 2019, Guilherme Taucci de 17 anos e Luiz Henrique de Castro de 25 anos, entraram armados na escola Raul Brasil, localizada em Suzano, e iniciaram um massacre. 8 pessoas foram assassinadas, após isso, Guilherme Taucci atirou em Luiz Henrique e cometeu suicídio.

Texto revisado por: Dimitri Alves.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s