Música “Polly” da banda Nirvana foi inspirada em um crime real.

Você já ouviu a música Polly, da banda Nirvana? Bom, o artista, Kurt Cobain, se inspirou em uma notícia de um crime para compor essa música.

Em Tacoma, Washington, no ano de 1987, uma garota de 14 anos estava em show de Rock. Após o evento acabar, ela aceitou a carona de Gerald Arthur Friend. Dentro do carro, o homem a ameaçou com uma faca e a sequestrou.

A vítima de 14 anos.

Gerald levou a vítima para sua casa. Lá a estuprou e torturou repetidamente com um chicote, um maçarico, cera quente e uma gilete, enquanto ela estava amarrada a uma roldana suspensa no teto da casa móvel.

Felizmente, a vítima conseguiu escapar pulando do caminhão em um posto de gasolina. Gerald foi reconhecido e preso logo no dia seguinte, quando foi parado devido a uma infração no trânsito.

Anos antes, em 1960, ele havia sequestrado, espancado e estuprado uma outra garota, de 12 anos – crimes pelos quais ele havia sido condenado a 75 anos anteriormente, mas foi libertado em liberdade condicional após cumprir 20 anos desta sentença. Por fim, após retornar ao sistema carcerário, Gerald foi condenado a duas penas consecutivas de 75 anos de prisão.

Gerald.

É notável as referências do caso na letra da música, em frases como, por exemplo: “Polly quer biscoito, acho que tenho que sair de cima dela primeiro.” e “Acho que ela quer um pouco de água, para apagar o maçarico.”


2 comentários em “Música “Polly” da banda Nirvana foi inspirada em um crime real.

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: