O Canibal Da Internet


No dia 1 de dezembro de 1961, em Rotenburg, na Alemanha, nascia Armin Meiwes, que, anos mais tarde viria a se tornar uma das pessoas mais conhecidas no mundo. O motivo? Não era pelo seu trabalho como técnico em informática e sim, por ter consumido o cadáver de Bernd Jurgen Armando Brandes.

A história macabra começa após o falecimento da sua mãe. Armin passou, então, a procurar, quase como um obcecado, sites que continham conteúdo de canibalismo. Um interesse já escondido do rapaz, que agora solitário, deixou florescer.

Após muita pesquisa pela internet, Armin chegou até o site The Cannibal Cafe, o site perfeito para os aficcionados do gênero. Lá, ele resolveu fazer uma publicação em março de 2001, onde resolveu procurar um possível voluntário para praticar o seu sadismo.

“Procuro por pessoas de boa aparência entre 18 e 30 anos que estejam prontas para serem abatidas e consumidas.”

Foi a primeira vez que alguém havia publicado um anúncio procurando por pessoas para serem consumidas, mas se você acha que ninguém respondeu o anúncio, se engana! Diversas pessoas se voluntariaram para o ato, mas grande parte delas desistiu no decorrer do caminho. Foi então, que Armin encontrou Bernd, um rapaz que trabalhava com computadores, de meia-idade, que vivia em Berlim. Com a vítima perfeita escolhida, eles então passaram a combinar os detalhes do encontro.

Ainda no mesmo mês, os dois homens se encontraram na casa do anunciante. Lá, começaram a noite bebendo, tiveram relação sexual, até Bernd aceitar ter os testículos cortados por Armin. A vítima havia ingerido uma quantidade grande de álcool e posteriormente remédios para dormir. Mesmo assim, os dois ainda tiveram tempo de sentar e saborear juntos um pouco de pedaços humanos de carne.

A vítima, que mal conseguia se mexer, foi gravada durante todo o tempo por Armin. Pouco tempo depois, Bernd foi levado para o banheiro, onde permaneceu em uma banheira, até perder completamente a consciência. Desacordado, Armin fez um corte profundo em sua garganta e passou a desmembrar e tirar pedaços de carne da vítima. Colocados em um freezer, os pedaços de carne humana foram consumidos por cerca de 10 meses. Foram cerca de 20 kgs preparados pelo sádico canibal.

Os prazeres escondidos do psicopata só não duraram mais tempo, porque um estudante viu um outro anúncio de Armin e denunciou para a polícia.
Quando chegaram no local, os policiais encontraram o bizarro filme caseiro feito por Armin, além de pedaços de Bernd estocados em refrigeração. Não tinha escapatória e o canibal teve de confessar, se entregando, para a polícia.

Em 2004, no seu primeiro julgamento, Armin Meiwes foi condenado a 8 anos e meio de prisão pela morte de Bernd, classificada como homicídio culposo. Porém, em seu segundo julgamento, em 2006, a promotoria acusou que o homem poderia voltar a atacar por ter um fetiche até sexual com carne humana. Um psicólogo afirmou a possibilidade de Meiwes voltar a atacar e o próprio psicopata confirmou que tinha desejos por carne humana de pessoas jovens e bonitas. Assim, foi condenado a prisão perpétua.

Em uma entrevista em 2007, deu detalhes sobre sua experiência grotesca. Com suas próprias palavras: ”Eu salguei o filé de Bernd com sal, pimenta, alho e noz-moscada. Comi ele com croquetes “princesa”, couve de Bruxelas e molho de pimentão verde”, ainda completou dizendo que a carne era um pouco dura e que era uma pessoa normal.

Anos depois, Armin, que hoje tem 60 anos, diz se arrepender de sua história e ser uma pessoa sem transtornos que pudessem justificar seus atos. Com o tempo, acabou se tornando até mesmo, uma pessoa vegetariana!


Post feito por Mateus Waz.

Um comentário em “O Canibal Da Internet

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: